RSS

Tudo que um Clérigo deveria saber, mas nem sempre o templo ensina

02 mar

Olá amigos do Roladores de Dados!

É com muita satisfação que aceitei o convite do Rodrigo de vir aqui escrever um pouco sobre RPG e D&D 3.5 para vocês. Espero que possamos discutir sobre temas polêmicos, trocar dicas e ideias bacanas para tornar nossas mesas de RPG mais divertidas.

Prá quem me conhece, já imaginaria de cara sobre o primeiro tema que eu escreveria. Pois é, galerinha, eu tenho quase que um vício em jogar com clérigos.

Acho o apelo divino sensacional.

Se você joga com clérigos, continue lendo. Talvez tenha algo aqui que possa te ajudar.Se você nunca jogou com um clérigo e tem vontade, esse é o guia definitivo para jogadores! (tá bom, nem tanto assim…)

Você terá acesso aos segredos dos mais experientes clérigos de D&D, e aprenderá coisas que os templos convencionais não te ensinam.

Preparado?

Tudo que um Clérigo deveria saber,

mas nem sempre o templo ensina

Primeira Dica: como montar uma história de um clérigo

Eu poderia passar linhas e mais linhas escrevendo, mas o Tio Nitro já fez isso por nós. Então, a primeira dica está contida nesse NitroCast, chamado A Alma do Clérigo. Ouçam, e ouçam com carinho. Esse podcast tem dicas de interpretação para os jogadores, e dicas para mestres explorarem os ricos ganchos de aventuras que um clérigo oferece.

Segunda Dica: como entender a função do clérigo no grupo

Aqui também vai uma dica de leitura de um artigo escrito pelo Tio Nitro. Anos atrás ele escreveu uma série chamada: “Personagens com Classe”, onde ele detalhava a riqueza de cada classe, e das relações de cada uma delas com as demais. Genial. Aqui você pode ler sobre Clérigos.

Terceira Dica: tenha uma lista de magias super atualizada

Como você deve ter aprendido com as duas primeiras dicas, o clérigo é um personagem versátil. Ele tem poder de combate, mas não se equipara com guerreiros e bárbaros. E tem conhecimento mágico, mas que não se equipara com magos e feiticeiros (será mesmo?). Portanto, a fonte do poder do clérigo está na sua capacidade de preparar-se bem para as aventuras. Um clérigo inteligente, com magias preparadas sob medida para possíveis situações, pode ser capaz de determinar o destino do grupo, seu sucesso ou falha.

Por isso é fundamental você ter uma lista de magias super completa. No Spell Compendium você encontra tudo. Um compêndio com as magias de todos os livros já lançados. Se teu inglês for ruim, ou se preferir uma versão em português mesmo, você pode usar uma lista de magias de Clérigo que eu mesmo montei e atualizei, usando os livros em português que nosso grupo possui (Dragonlance, Completos, Quintessências e todos de Forgotten Realms). Para fazer download, basta clicar em Lista de Magias de Clérigo. Mas só para lembrar, no Spell Compendium, você vai encontrar mais coisas, certo?

Quarta Dica: aprenda a combinar seus poderes para vencer batalhas (ou simplesmente, aprenda e combar)

Não adianta você ter todo o poder dos deuses na sua mão, um treinamento fudido especial para combater mortos-vivos, um treinamento com armaduras pesadas e armas variadas, se você não souber potencializar o que ele é capaz de fazer.

No blog do meu grupo de RPG, o Crônicas Lendárias, há um post sobre combos com clérigos.

Outra questão relevante é: você é um clérigo que prefere 1) combater corpo-a-corpo ou 2) apoiar o grupo com magias. Dependendo da sua escolha, você deve escolher talentos adequados. E dependendo dos talentos, preparar as magias que potencializem essas habilidades. Por exemplo:

  • Escudo Divino é um talento útil para quem combate corpo-a-corpo, pois aumenta a Classe de Armadura de acordo com o Carisma do Clérigo.
  • Magia de Alcance: é um talento que permite realizar magias de toque há 9 m de distância. Isto é, se seu aliado está cercado por inimigos e apanhando muito, você pode curá-lo ou oferecer outra magia de proteção sem precisar chegar ao lado dele. Muito útil para Clérigos de apoio.

Com essas quatro dicas, tenho certeza absoluta que vais poder encontrar muitas horas de diversão, e imersão no seu personagem, tornando apaixonante o desafio de interpretar um sacerdote e guerreiro sagrado.

FIM

Por hora, é isso pessoal.

Se quiserem saber mais sobre clérigos, comentem e perguntem. Se discordarem ou tiverem melhores ideias, por favor, deixem um comentário também.

Vamos compartilhar dicas e tornar as mesas de RPG mais e mais divertidas.

Até a próxima,

Christian

Anúncios
 
10 Comentários

Publicado por em março 2, 2012 em Classes, D&D 3.5, Dicas de Mestre

 

10 Respostas para “Tudo que um Clérigo deveria saber, mas nem sempre o templo ensina

  1. Rodrigo Flores

    março 2, 2012 at 3:42 pm

    Apesar de nunca ter jogado com um clérigo, aprecio muito um companheiro dessa classe.
    São sempre uteis com suas magias de curas, alem de ótimos combatentes
    Um ótimo, post para da início a essa aventura! kkk

     
  2. Jéssica Santini

    março 8, 2012 at 3:09 am

    Muito bom post! ^^

     
  3. will muniz

    junho 26, 2012 at 5:07 am

    olá galera…não jogo esse jogo mais adoreis os personagens, pois gosto muito de desenhar e tem um em especial que gostaria que alguém me ajudasse a saber mais sobre ele ..gostaria de saber se ele tem um nome e se sua espada também possui um..bom.. pelo menos me disseram que ele pertencia a esse mundo de D&D..
    segue a baixo o link onde vcs podem encontrá lo..
    http://suserania.wordpress.com/2008/08/14/imagem-do-dia-14082008/
    valeu e por favor.. não esqueçam de me responder.. pois ele é importante para um personagem que eu to criando.. desde já agradeço…

     
  4. vinicius

    março 24, 2013 at 3:25 am

    Ai gente, eu to jogando a primeira vez D&D e sou clerigo, a pricipio eu queria muito mesmo ser monje( pq eu adoro monjes) mas acabei ficando c clerigo exatamente por que o pessoal precisava de um clerigo, ta aceitei de boas e to realmente gostanto ( ate mesmo pq a historia vai acontecer por causa minha :D) mas eu nao sei nada… to lendo o livro e tals, mas queria mais dicas sobre como upar e jogar bem com um clerigo …
    alias adorei o post, ja aprendi algumas coisas legais 😀 !

     
  5. Gobira

    abril 27, 2013 at 1:47 pm

    Estou jogando com Clerigo agora e acho ele uns dos personagens mais forets do D&D recomendo muito
    Vlw pela Dica cara ajudou muito \o/

     
  6. joao victor

    maio 29, 2013 at 7:08 pm

    hehe, da hora é vc ser o guerreiro do grupo com um clerigo xD nao da muito certo mas na carencia de um guerreiro, um clerigo e um orc caem super bem ! kkk

     
  7. Dark Schneider

    maio 23, 2016 at 8:39 pm

    Gostei muito do post continue pf

     
  8. Filipe

    agosto 8, 2016 at 2:35 pm

    Essas informações são do D&D 3.5?

     
    • Filipe

      agosto 8, 2016 at 4:05 pm

      E outra coisa, o que significa o * e ** nas magias?

       
  9. tiago lang

    maio 21, 2017 at 2:22 pm

    Qual livro que permite o Sacrificio divino para clerico nivel 1? eu só achei referencia dessa magia para paladinos.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s